Páginas

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Pedimos-Te





Grande Artífice da verdade!...
aqui estamos nesta casa do teu coração, como sermos penitentes em busca da perfeição, e queremos encontrar os meios, que nos fogem da razão.



Pedimos-Te a paz, Senhor, mas que ela não nos venha com a feição da preguiça.
Pedimos-Te a luz, mas não permitas, Senhor, que ela nos leve a cruzar os braços nos confortos das claridades.
Pedimos-Te, Senhor, a que nos ajude a perdoar, sem nos afastar daqueles que, por vezes, nos ofenderam.
Pedimos-Te, Grande Força do Universo, Amor, mas muito amor, sem que ele exija algo de alguém.
Pedimos-Te, Senhor, que nos de o pão de cada dia, sem que este pão nos leve ao egoísmo, e que possamos reparti-lo com os que tem fome.
Pedimos-Te, Senhor, consolação, porém, que nos ajudes também a consolar os tristes e os desesperados, todos os dias.
Pedimos-Te, meu Deus, Deus nosso, que a saúde se instale em nós, mas que não nos esqueçamos de ajudar os enfermos.
Pedimos-Te, Senhor, o teto, mas, ajuda-nos a abrir as nossas portas aos desabrigados.
Pedimos-Te a Tua companhia permanente, todavia, ajuda-nos a acompanhar os deserdados, os órfãos, os atormentados, os viciados, os criminosos, os famintos da Tua Luz, porque sabemos que, sem este convívio, de nada nos valer pedir-Te o que almejamos.


Jesus, abençoa a nossa razão e clareia o nossos sentimentos, no afã de sentirmos a luz da Verdade e multiplicá-la pela presença dos nossos exemplos. 
Maria Santíssima, seja a nossa luz para que o Amor brilhe dentro de nós como o Sol da vida. 
Abençoa nós todos, os nossos familiares, a humanidade inteira, os pássaros, os peixes, os animais e a Terra em que vivemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário