Páginas

terça-feira, 17 de julho de 2012



“À medida em que cada integrante de um grupo se sente como um cuidador ou tutor do mesmo, zelando pelos objetivos maiores do grupo, todos os envolvidos são fortalecidos. 
Mesmo enquanto em uma atividade aparentemente mais ‘simples’, tal pessoa compreende a importância daquilo para o todo, sem se sentir desmerecida, e desempenhando a tarefa com consideração e zelo
Seu empenho, de forma constante, será o de expressar palavras, ações e pensamentos construtivos. 
Ser um tutor também significa importar-se pelos demais, podendo às vezes ir além de suas próprias necessidades em prol do coletivo e, ainda assim, mantendo sua dignidade pessoal.
 (BRAHMA KUMARIS) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário