Páginas

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Pensamentos, Palavras E Atitudes - Miriam Valle Campos




Os pensamentos nos revelam.


Originados em nossas tendências e inclinações, transformam-se em halo luminoso, contorno e adorno de bênçãos.


Os pensamentos elevados nos ligam ao Pai através de fios luminosos, tênues ainda porque somos imperfeitos, mas resistentes conforme a intenção de alcançá-lo.


Tomam a direção a que são enviados na velocidade da luz como emissários das boas intenções, conduzindo graça, lenitivo, alívio e consolo.


Alimento espiritual, os bons pensamentos fortalecem o bom senso, ajustando a sintonia com o bem.


Mas diante do desequilíbrio que nos espreita e a que estamos sujeitos, é preciso reconduzir o pensamento à sensatez, restabelecendo a ordem psíquica imprescindível.


As palavras nos revelam.


Nascidas nos pensamentos, brotam nos lábios como pétalas perfumadas traduzindo bem estar, estimulando o bem, ofertando a dádiva do afeto que se revela tão somente pelos vocábulos envoltos na emoção cariciosa do amor.


As boas vibrações das palavras emitidas iluminam semblantes, acendem olhares, embelezam ambientes, transformam disposições.


Mas diante da perturbação a que estamos sujeitos, imperfeitos que somos, faz-se necessário saber calar, para que a palavra não seja portadora do desequilíbrio inebriante e contagioso.


As atitudes nos revelam.


Nascidas no âmago de nosso ser, geradas pelas ideias que os pensamentos conduzem, prenunciadas normalmente por palavras, concretizam ao nosso redor todo o bem possível.


Ressoam o tom das vibrações espirituais que, dia a dia nos elevam moral e espiritualmente.


Espalham generosidade e bom ânimo, acalmam aflições e tormentos, silenciam revolta e comoção.


Mas, quando o descontrole sugerir ato desconcertante, urge redobrar a vigilância e impedir a concretização dos danos, que exteriorizados escapam ao nosso domínio.


Pensamentos, palavras e atitudes nos revelam, imprimindo ao redor nossa identidade.


Imperfeitos que somos, ainda não temos o brilho fulgurante do progresso que nos espera, mas podemos perseverar com ânimo, aprendendo com nossos erros, encorajados pelos ensinamentos de Jesus: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6).

Nenhum comentário:

Postar um comentário